Publicado em

Maio: início da temporada de montanhismo no Brasil

Montanhismo

O mês de maio é especialmente comemorado pelos montanhistas. Isso porque ele marca a largada para a temporada anual de escaladas no Brasil, que vai até setembro. Na prática, significa o início de um período com condições climáticas favoráveis para a prática desse esporte, como temperaturas mais amenas, menos mosquitos e a menor ocorrência de tempestades com descargas elétricas.

O publicitário Tuco Egg encara as montanhas brasileiras há quase 20 anos e escreveu o livro “Meia Corda”, no qual conta algumas de suas melhores histórias de escaladas. Com essa bagagem, ele dá algumas dicas para quem pretende se aventurar pelas montanhas brasileiras.

Não há muito segredo: encare as montanhas

Para os mais novos, que estão iniciando no montanhismo, uma dica é essencial: o negócio é ir pra montanha. As pessoas devem encontrar amigos e parceiros e juntos seguir os rumos das montanhas, pegando sol, chuva, frio e calor. Montanhismo é uma escola de resiliência. Faz do praticante um cara mais maleável, mais adaptável, e isso é uma qualidade enorme no mundo de hoje, onde muda tudo a cada três dias.

Tome todos os cuidados

É importante tomar os cuidados necessários e saber o que está fazendo. Para isso, uma das dicas é ver se tem algum clube de montanha por perto e fazer parte dele. Se não tiver, tem que ir atrás de muita informação e parceiros mais experientes. Os cursos de iniciação ao montanhismo e à escalada são importantes nesse processo.

O Brasil, segundo Tuco, tem muita coisa para fazer, para subir, para ver e para conhecer. “É um universo sem fim. Uma vida não dá conta”, comenta. O que incomoda um pouco o escalador saudosista é o que ele chama de excesso de profissionalismo. “O problema é ser obrigado a contratar guia para trilha, para escalada, para conhecer um parque. Isso é uma frustração para mim. O guia profissional é importante diante da realidade atual, eu sei. Tem lá sua virtude. Triste é quando há obrigatoriedade”, lamenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *